1 /3

À frente da gestão do Passeio Pedra Branca, Ana Carolina Bordin revela os desafios enfrentados e as estratégias adotadas para a garantia da eficiência da operação.

Ana Carolina Bordin nasceu e sempre morou em Florianópolis. E desde 2013, a partir da inauguração do Passeio Pedra Branca, Palhoça tornou-se seu destino para compras e lazer. “Sou admiradora do espaço desde a sua inauguração”, conta. Talvez ela nem imaginasse que, passados cinco anos, viria a integrar o time da Passeio Endereços e  assumir a gestão da Associação do Passeio Pedra Branca, um lugar já consagrado como polo gastronômico da cidade.

Em agosto de 2018, Ana Carolina assumiu o desafio de gerenciar, inovar e apostar no aprimoramento para criar diferenciais para o público. A experiência, a graduação em Administração Empresarial pela ESAG e o MBA em Gestão de Empresas na FGV proporcionaram o conhecimento necessário para administrar o interesse e necessidade de todas as partes envolvidas, dos incorporadores, aos lojistas e consumidores. “Minhas expectativas eram grandes. Queria acrescentar com a minha experiência, mas, também, aprender junto com o crescimento de um local que possui um conceito tão bonito e enraizado em tudo que faz...”, conta.


Responsabilidades e planos

Ana Carolina é responsável por administrar os recursos para viabilizar a operação e funcionamento do Passeio Pedra Branca. Um processo que envolve desde a gestão dos prestadores de serviço do Passeio e elaboração de cronogramas de trabalho até a análise e otimização dos custos. Além disso, o relacionamento com as operações para a compreensão de peculiaridades e necessidades é outra atribuição importante da administradora, assim como a busca constante por parcerias estratégicas e manutenção patrimonial para conquistar melhorias.

O trabalho é “medido” por uma pesquisa mensal realizada com os lojistas. “A cada 15 dias fazemos uma ‘ronda’ no nosso espaço com o intuito de tentar estimar a percepção dos clientes em relação ao Passeio e identificar possíveis melhorias. Ambas as dinâmicas objetivam provocar a nós mesmos, constantemente, na busca por diferenciais”, explica.

Dentre os destaques desse período como gestora do Passeio Pedra Branca, Ana Carolina comemora a implantação da Arena Pedra Branca. “Esse foi um projeto que veio para aquecer o fluxo de movimento do Passeio e fortalecer o nosso conceito de Vida na Rua”, considera. Inaugurada em dezembro de 2018, a Arena foi concebida graças a parceria entre diversos agentes do nosso ecossistema, entre eles, os lojistas, empresários da região que patrocinaram o espaço e a empresa Pedra Branca. Todos colaboraram nesse processo e fizeram com que a Arena, um espaço esportivo ao ar livre, aberto ao público, com quadras de areia e pistas de mountain bike e pump track, para os adeptos de ciclismo esportivo, fosse possível.

Outra iniciativa merecedora do seu orgulho é o processo de avaliação e diminuição do risco de incêndio e de infrações sanitárias das operações de gastronomia do Passeio Pedra Branca, que ainda está em andamento. A organização do horário de funcionamento e o mix do centro comercial são outras conquistas que Ana Carolina destaca.

E vem mais por aí. Segundo ela, até o final do ano, a proposta é desenvolver e melhorar a gestão de resíduos no Passeio, a partir da realização de palestras educativas para os responsáveis pelas operações sobre a separação e destinação do lixo reciclado, entre outras ações. Os planos incluem, ainda, o fortalecimento da marca como um empreendimento em constante evolução, possibilitando experiências mais completas aos clientes. “Sou suspeita, mas é inspirador estar em um ambiente que propicia a inovação e criatividade. O Passeio é, de fato, uma evolução no conceito de shopping center; é um novo estilo de vida. Tenho muito orgulho de fazer parte desta história”, afirma Ana Carolina.

Comentários